domingo, 30 de novembro de 2008

Imagens do Blog

Há algum tempo venho recebendo pedidos para o envio das imagens que coloco aqui no blog. Algumas estão em boa resolução, outras nem tanto (Universal Nutrition por ex). Nota: Tenho todas as imagens em boa resolução, não sei o por que das mesmas não sairem boas aqui no blog.

Não me incomodo nem um pouco em enviá-las a quem queira, portando pra facilitar, estou criando este post e deixando meu e-mail caso queiram solicitar algumas que sejam do interesse de vocês.

E-mail: landersonaxl@msn.com

Dúvidas, sugestões, críticas ou qualquer outro assunto que envolva musculação, podem escrever, se eu puder e souber, ajudarei com a maior satisfação.

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Nutricionista gorda, não pode!

Autor: Luiz Guilherme Abomai

Nutricionista gorda, não pode!

Essa frase não é minha. Pelo menos não foi citada por mim desta vez. No quadro do programa Zorra total da Rede Globo, qual uma atriz obesa faz um papel de uma nutricionista que chama seus clientes de gordos, prescreve dietas com doces, tortas e feijoada. Logo após a consulta, ela abre a sua gaveta repleta de guloseimas e come até não poder mais.

No programa do dia 25 de outubro a atriz Suzana Viera, ao visitar a nutricionista, disse que “Nutricionista gorda, não pode!”. Não acreditei quando eu escutei aquilo. Sim, eu estava vendo Zorra Total, que é tão deprimente como os e-mails recebidos de colegas nutricionistas chocadas com a afirmação da atriz, que segundo elas foi grossa, preconceituosa e infeliz.

Quando esse quadro foi ao ar pela primeira vez, lembro que despertou a fúria do CFN (Conselho Federal de Nutrição), dizendo que o quadro denegria e ridicularizava a profissão e o profissional principalmente. Inúmeros programas humorísticos já satirizaram outras profissões, como médicos, advogados, policiais e arquitetos. Mas por que o CFN ficou tão revoltado quando alfinetaram os (as) nutricionistas? Porque nós nutricionistas não podemos ser parodiados?

Voltamos a celebre frase “Nutricionista gorda, não pode!” E a pergunta é: pode? Lógico que não pode. É tão óbvio é antagônico quanto absurdo. Durante meu curso recordo que ao comer pão integral, peito de peru, whey protein durante a aula, algumas professoras e colegas de sala comentavam: “Nossa, que paranóia, todo dia você come isso todo dia? Como você agüenta?” Enquanto elas comiam salgados, sorvetes durante o intervalo das aulas. Ao ingressar na faculdade de nutrição, achei que estaria em um ambiente onde as pessoas se preocupavam no mínimo com a alimentação. Comecei a questionar que tipos de profissionais estavam lá fora.

Claro que existem objetivos e metas diferentes para cada pessoa, mas quando você trabalha com saúde, em qualquer área, você no mínimo deve dar o exemplo. Não estou dizendo que nutricionistas devem ter corpos esculturais, mas sim pelo menos um aspecto saudável de alguém que acredita no que fala e no que faz.

Isso vale para qualquer profissão. Você se sentiria bem em fazer um treino prescrito por um profissional de educação física obeso, que não gosta de exercícios? Ou sentar em uma cadeira de dentista, que possui um sorriso dente sim, dente não? Ou ser atendido por um pneumologista fumando cachimbo. Por mais que me digam que ele é um ótimo profissional, eu ficaria com os dois pés atrás.

Então agradeço pela primeira vez a Rede Globo, pelo tapa na cara de todos os profissionais que aplicam a nutrição da boca para fora, e dão um péssimo exemplo da boca para dentro. Luiz

Guilherme Abomai
Nutricionista

Como diz minha mãe: "Os bons hábitos começam dentro de casa"
Dar credibilidade a "profissionais" que tem mais tecido adiposo do que massa encefálica? SEM CHANCE!!! Pelo menos de minha parte.

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Pra descontrair!!!


Um joguinho pra galera descontrair e aliviar as tensões dos treinos.




Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Treinamento de Dexter Jackson - Vídeos

Alguns vídeos sobre os treinamentos e rotina de Dexter Jackson.

Dexter Jackson as an amateur lightweight - http://br.youtube.com/watch?v=Ov6l1bpgi6k&feature=related

Dexter Jackson Mr. Olympia 2007 final posing routine - http://br.youtube.com/watch?v=hw5HjRnRtss&feature=related

Dexter Jackson - http://br.youtube.com/watch?v=KPr7B3d1eWg&feature=related

Dexter Jackson - THE BLADE DVD Preview. - http://br.youtube.com/watch?v=BluY2X_yTzU&feature=related

The Blade Dexter Jackson - Massive Workout - http://br.youtube.com/watch?v=wgGJB46LoRg&feature=related

BFTO 2006- Dexter Jackon part 1 - http://br.youtube.com/watch?v=_TF8IpXECrk&feature=related

BFTO 2006: Dexter Jackon part 2 - http://br.youtube.com/watch?v=f_kpHVZdQIY&feature=related


Forte abraço e ótimos treinos.

Treinamento de Dorian Yates - Vídeos.

Alguns vídeos disponíveis no Youtube sobre treinamentos e rotina de Dorian Yates.

Best of Dorian Yates - http://br.youtube.com/watch?v=x6OGMjwKEgM

Hardcore Training (Dorian Yates) - http://br.youtube.com/watch?v=FE8QYLt0YTE&feature=related

Dorian Yates Weightlifting Video - http://br.youtube.com/watch?v=3vWEsaPB8qA&feature=related

Dorian Yates on his youth(traning) - http://br.youtube.com/watch?v=KtRCSCx2f44&feature=related

Blood and Guts Dorian Yates - http://br.youtube.com/watch?v=aBATxe3DTiQ&feature=related

Dorian Yates bfto 1996 - http://br.youtube.com/watch?v=XV11jcSzBqo&feature=related

Forte abraço e ótimos treinos.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Treinamento de Jay Cutler - Vídeos.

Alguns vídeos garimpados do Youtube, sobre o treinamento e rotina de Jay Cutler.


BIGGER STRONGER FASTER* Deleted Scene-Mr. Olympia Jay Cutler - http://br.youtube.com/watch?v=vE6uegoRiFk









Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.






COMA NA HORA CERTA! - Treinando pela manhã

Independentemente do horário de treinamento, o que você come durante o dia (ou o suplemento que utiliza) é fundamental para ajudar no desenvolvimento dos músculos e na queima de gorduras. Aprenda a maneira ideal de sincronizar o treino com as refeições.

Pesquisas científicas demonstram que o melhor ho­rário para treinar é a primeira hora da tarde, quan­do o corpo tem mais força e pode queimar mais calorias e, conseqüentemente, mais gorduras. Isso é uma ótima notícia para os atletas profissionais que vivem do esporte.

No entanto, a maioria das pessoas que vive com os horários apertados pode ter problemas em se adaptar a este cronograma.

Nada impede que sejam consistentes em relação ao horário de treinamento: seja de manhã, à tarde ou à noi­te, após os afazeres diários. Esta consistência ajuda não só nos treinos, mas na alimentação também. Observe que pequenas mudanças na dieta, baseadas no tempo de exercício, podem ocasionar uma diferença positiva nos resultados obtidos. Para auxiliar no aumento de ganhos, apresentamos alguns fatores importantes na parte nurri­cional, independentemente do horário de treinamento.

TREINANDO PELA MANHÃ

Se este é o seu caso, fique atento a dois fatores: primeiro, não treine em jejum. Segundo, não treine após encarar um café da manhã em grande quantida­de. Então, o que pode ser feito? Opte por uma refeição líquida, como, por exemplo, uma vitamina. Utilize um suplemento de proteína em pó ao invés de alimentos sólidos. E depois planeje seu dia da seguinte maneira:

SUPLEMENTOS PARA TREINADORES MATINAIS

Planejar as suplementações das sessões matinais pode não ser fácil. Mas este planejamento elimina os problemas do "quando" e o "que", e permite tirar o máximo proveito dos treinamentos.

1 - Quando acordar
Coloque sobre sua mesa um suplemento de Argi­nina ou outro potencializador do Óxido Nítrico (NO) e um copo de água. Tome de 3 a 5 gramas da Arginina quando acordar. Isso potencializará os níveis de NO e, portanto, o fluxo sangüíneo até os músculos durante o tremamento.

2 - Pré-treinamento
Tome uma vitamina com 20 gramas de proteína ­10g da proteína do soro do leite e 10g da soja - com 5 a 10 gramas de aminoácidos ramificados (BCM), 200 a 400mg de Cafeína, 3 a 5 gramas de Creatina (substituir por Óxido Nítrico - NO) e 20 a 40 gramas de carboidra­tos de digestão lenta antes de sair para treinar. Desta forma, interromperá o catabolismo muscular noturno, já que o corpo utiliza a proteína como combustível du­rante o sono.

Pesquisas mostram que, como os níveis de Testos­terona estão muito elevados ao acordar, uma vitamina de proteína e carboidratos potencializa o aporte de Testosterona até o músculo e aumenta o número de receptores deste hormônio nas células musculares. Isso significa dispor de mais hormônio masculino para de­senvolver os músculos.
A combinação de proteína e carboidrato oferece a energia necessária para treinar, e a soja potencializa o fluxo sangüíneo e o NO.

Atenção: não consuma o carboidrato caso queira perder gordura; a proteína é suficiente para cobrir es­tes esforços.
Consumir Cafeína pode aumentar a força e a capaci­dade de treinar. Ingira as doses de 200 a 400mg em for­ma de suplemento de Cafeína ou 1 a 2 xícaras de café.

3 - Pós-treinamento 1
Assim que terminar a última repetição, da última série, tome outra dose de 3 a 5 gramas de Arginina para acelerar a recuperação e favorecer o desenvolvimento muscular.

4 - Pós-treinamento 2
É hora de dar continuidade ao processo de recupera­ção. Aproximadamente 30 minutos após ter ingerido a Arginina, prepare uma vitamina com 40 gramas de pro­teína do soro do leite, 5 a 10 gramas de BCM, 3 a 5 gramas de Creatina (substituir por Óxido Nítrico - NO) e 40 a 80 gramas de carboidratos de digestão rápida.
Este aporte de suplementos inicia o processo de desenvolvimento muscular, conhecido como síntese protéica. Tente fazer isso antes de iniciar o dia de tra­balho.

5 - Pós-treinamento 3
Uma hora após ter consumido o vitaminado pós­treino, chega o momento do verdadeiro café da manhã. Consuma 30 a 40 gramas de proteína magra, como 6 claras de ovos com 2 gemas, peito de frango, carne ma­gra, ou requeijão semidesnatado, e aproximadamen­te 40 gramas de carboidratos de digestão lenta, como aveia, pão integral, fruta ou batata-doce.

REFEIÇÕES PARA TREINADORES MATINAIS

Qual a diferença entre comer muito ou comer pouco antes de treinar no período da manhã? Com estas dicas de refeições, você aumentará seus rendimentos durante os treinamentos e conseguirá resultados mais rápidos.

As dicas abaixo levam em consideração um indivíduo que treina, pesa entre 70 e 90kg, e quer aumentar seu volume muscular e perder gordura. Caso seu peso não seja este, procure ajustar as quantidades de alimentos. Procure ingerir aproximadamente 40 calorias, 3g de pro­teínas, 4,5g de carboidratos e 1,1g de gordura por quilo de peso corporal diariamente.

REFEIÇÃO 1: Pré-treinamento
10g de proteína do soro do leite
10g de proteína da soja
1 laranja grande

REFEIÇÃO 2: Pré-treinamento
40g de proteína do soro do leite
500ml de bebida esportiva (isotônicos)

REFEIÇÃO 3: Café da manhã 2 ovos inteiros
4 claras de ovos
2 xícaras de aveia cozida

REFEIÇÃO 4: Lanche da manhã
20g de proteína do soro do leite
1 banana média
1 colher de creme de amendoim

REFEIÇÃO 5: Almoço
1 lata de atum branco
1 colher de maionese light 2 fatias de pão integral
1 xícara de morangos

REFEIÇÃO 6: Lanche da tarde
1 xícara de requeijão light
1/2 xícara de abacaxi em pedaços
6 bolachas integrais

REFEIÇÃO 7: Jantar
250g de salmão na chapa
1 xícara de arroz integral cozido
2 xícaras de brócolis
2 xícaras de salada verde
2 colheres de azeite de oliva e vinagre

REFEIÇÃO 8: Antes de dormir
20g de proteína Caseína
28g de nozes, amêndoas ou avelãs

TOTAL: 3.392 CALORIAS, 299G DE PROTEíNAS, 333G DE CARBOIDRATOS E 96G DE GORDURAS

Nota: as proteínas devem ser batidas somente com água.

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos

COMA NA HORA CERTA! - Treinando ao meio-dia

TREINANDO AO MEIO DO DIA

Caso treine no final da manhã (horário de almoço), é bom ter um trabalho que lhe permita comer neste horário. Assim como o atleta matutino, é necessário preparar-se para treinar com batidas de proteínas e fa­zer uma refeição sólida uma hora após a suplementação pós-treino. Isso pode significar comer durante o seu trabalho.

SUPLEMENTOS PARA TREINADORES VESPERTINOS

Há suplementos que agem melhor no organismo se ingeridos com o estômago vazio e outros com o estô­mago cheio. E isso você deve saber caso treine neste horário. Isto o ajudará a preparar um plano de alimen­tação de modo que seus suplementos possam facilitar o desenvolvimento muscular.

1 - Ao acordar
Tome vitamina de 20g de proteína (l0g de proteína do soro do leite e l0g de proteína da soja), 5 a l0g de BCAA e 20 a 30g de carboidratos provenientes da fruta. Assim, interrompe-se o catabolismo noturno e potencializa-se a Testosterona para o desenvolvimento muscular. A soja au­mentará o fluxo sangüíneo e os níveis de NO e os aminoá­cidos podem chegar mais facilmente aos músculos.

2 - Antes do trabalho
Faça um bom café da manhã 30 a 60 minutos após a primeira refeição. Ingira 30 a 40g de proteína de quali­dade como, por exemplo, 6 claras de ovo e 2 a 3 gemas e 40 a 60g de carboidratos (complexos) de digestão lenta, que oferecem energia duradoura e permitem potencia­lizar a perda de gordura ao longo do dia.

3 - 1 hora antes de treinar
Tome 3 a Sg de Arginina. Isso potencializará os ní­veis de NO e, portanto, o fluxo sangüíneo e o aporte de nutrientes aos músculos durante o treinamento.

4 - 40 minutos antes de treinar
Tome um vitaminado de 20g de proteína (10g do soro + 10g de soja), 5 a 10g de BeM, 3 a 5g de Crea­tina (substituir por Óxido Nítrico - NO) e 20 a 40g de carboidratos de digestão lenta. A combinação oferece energia suficiente durante o treinamento (caso queira perder gordura e fazer exercícios aeróbios no final do treino, reduza a quantidade de carboidratos).

5 - Pós-treino
Assim que terminar a última repetição, ingira 3 a 5g de Arginina para potencializar a recuperação e o desen­volvimento dos músculos.

6 - 30 minutos depois de treinar
Aqui é quando começa o desenvolvimento muscular.
Tome um vitaminado com 40g de proteína do soro do leite, 5 a 10g de BCM, 3 a Sg de Creatina (substituir por Óxido Nítrico - NO) e 40 a 80g de carboidratos de digestão rápida.

7 - 1 hora após o treino
Está com fome? É normal. Faça uma refeição com­posta de 30 a 40g de proteína magra e aproximadamen­te 40g de carboidratos de digestão lenta.

REFEIÇÕES PARA TREINADORES VESPERTINOS

As dicas a seguir levam em consideração um indiví­duo que treina, pesa entre 70 e 90kg, quer aumentar o seu volume muscular e perder gordura. Caso seu peso não seja este, procure ajustar as quantidades de alimen­tos. Procure ingerir aproximadamente 40 calorias, 3g de proteínas, 4,Sg de carboidratos e l,lg de gordura por quilo de peso corporal diariamente.

REFEIÇÃO 1: Primeira refeição
10g de proteína do soro
10g de proteína de soja
1 xícara de morangos

REFEIÇÃO 2: Café da manhã

3 ovos inteiros
3 claras de ovo
2 xícaras de aveia cozida

REFEIÇÃO 3: Pré-treinamento

10g de proteína do soro 10g de proteína de soja
1 laranja grande

REFEIÇÃO 4: Pós-treino

40g de proteína do soro
600ml de bebida esportiva (isotônicos)

REFEIÇÃO 5: Almoço

1 lata de atum branco
1 colher de maionese light
2 fatias de pão integral
1 xícara de morangos

REFEIÇÃO 6: Lanche da tarde

1 xícara de requeijão semidesnatado
1/2 xícara de abacaxi em pedaços
6 bolachas integrais

REFEIÇÃO 7: Jantar

250g de salmão na chapa
1 xícara de arroz integral cozido
2 xícaras de brócolis
2 xícaras de salada mista
2 colheres de azeite de oliva e vinagre

REFEIÇÃO 8: Antes de dormir

20g de proteína de Caseína
28g de nozes, amêndoas ou avelãs

Total: 3.333 CALORIAS, 297G DE PROTEíNA, 324G DE CARBOIDRATOS E 93G DE GORDURA

Nota: as proteínas devem ser batidas somente com água.

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

COMA NA HORA CERTA! - Treinando a Noite

TREINANDO À NOITE

Muitas pessoas treinam após o trabalho. Devido ao horário, é preciso estar atento a dois fatores, principal­mente quando se pretende perder gordura e aumentar o volume muscular. Primeiro, em relação à quantidade de carboidratos a serem ingeridos. No entanto, não é complicado resolver: é só não exceder na sua ingestão. Uma quantidade de 30 a 40g é suficiente para manter ou aumentar a massa muscular. Segundo, em relação ao uso de termogênicos antes do treino. Neste caso, o uso deste suplemento pode influenciar na quantidade e qualidade do sono, o que é contra-produtivo para o treinamento e os resultados.

SUPLEMENTOS PARA TREINADORES NOTURNOS

A ingestão dos suplementos está ligado ao horário no qual iremos treinar. Quando treinamos à noite, de­vemos usar menos suplementos no período da manhã, exceto os vitaminados de proteínas.

1 - Ao acordar
Tome uma batida com 10g de proteína de soro, 10g de proteína de soja, 5 a 10g de BCAA e uma fruta que ofereça de 20 a 30g de carboidratos. Deste modo, in­terrompemos o processo catabólico e potencializamos o uso da Testosterona presente na corrente sangüínea. A soja aumenta os níveis de NO, o que leva os aminoáci­dos e as proteínas até os músculos.

2 - Antes de trabalhar
Tome um bom café da manhã 30 a 60 minutos após a primeira refeição. Ingira 30 a 40g de proteínas (2 a 3 ge­mas e 6 claras de ovo) e 40 a 60g de carboidratos (com­plexo) de digestão lenta. Esta combinação irá oferecer energia ao corpo e ao cérebro para enfrentar melhor seu trabalho no período da manhã.

3 - Uma hora antes de treinar
Tome 3 a Sg de Arginina e, assim, aumentará o fluxo sangüíneo nos músculos durante o treinamento. Depen­dendo da hora do treinamento e da hora que for dormir, evite tomar um potencializador de NO que contenha Cafeína ou diminua sua quantidade em relação ao que toma durante outras horas do dia.

4 - 30 minutos antes de treinar
Tome uma vitamina com 10 gramas de proteínas do soro do leite, 10g de proteína de soja, 5 a 10g de BCM, 3 a Sg de Creatina (substituir por Óxido Nítrico - NO) e 20 a 40g de carboidratos (complexos) de digestão lenta. Os carboidratos são importantes para manter os níveis de energia, caso não utilize um estimulante de NO.
Ingerir de 200 a 400mg de Cafeína irá ajudá-Io no treinamento, mas caso só treine à noite, é necessário saber como seu corpo reage a esta substância. Algumas pesquisas demonstram que a Cafeína ingerida antes do treinamento pode aumentar notoriamente a força e a resistência; no entanto, se ela atrapalha seu sono, isso não vale a pena.

5 - Imediatamente após o treino
Ingira mais Arginina: entre 3 a 5g de NO.

6 - 30 minutos após o treino
Tome uma batida que contenha 40g de proteína do soro do leite: se tomar antes, vai diminuir os benefícios da Arginina. Utilize também 5 a 10g de BCM, 3 a Sg de Creatina (substituir por Óxido Nítrico - NO) e 30 a 40g de carboidratos de digestão rápida, que pode ser procedente de uma bebida isotônica. Se for deitar antes de completar duas horas do final do treino, substitua as 20g de proteína do soro do leite por 20g de proteína da Caseína e não faça a dica 7.

7 - 1 hora antes de deitar
Tome uma vitamina de 20g de proteína de Caseína.
Esta proteína de digestão lenta contribui durante a noi­te com um fluxo contínuo de aminoácidos e impede que o corpo utilize a proteína muscular como combustível.

REFEIÇÕES PARA TREINADORES NOTURNOS

Um aspecto positivo do treinamento no final da tar­de ou início da noite é que toda refeição feita durante o dia pode ser utilizada como combustível. Por isso, é importante comer bem durante todo o dia.

As dicas levam em consideração um indivíduo que treina, pesa entre 70 e 90kg, e quer aumentar o seu volume muscular e perder gordura.
Caso seu peso não seja este, procure ajustar as quantidades de comida. Procure ingerir aproximada­mente 40 calorias, 3g de proteínas, 4,5g de carboi­dratos e 1, 19 de gordura por quilo de peso corporal diariamente.

REFEIÇÃO 1: Primeira refeição

10g de proteína do soro
10g de proteína de soja
1 xícara de morangos

REFEIÇÃO 2: Café da manhã

3 ovos inteiros
3 claras de ovo
2 xícaras de aveia cozida

REFEIÇÃO 3: Lanche da manhã

1 medida de proteína do soro do leite
1 banana média
1 colher de pasta de amendoim

REFEIÇÃO 4: Almoço

1 lata de atum light
1 colher de maionese light
2 fatias de pão integral
1 taça de morango

REFEIÇÃO 5: Lanche da tarde

1 xícara de queijo semidesnatado
1/2 xícara de abacaxi em pedaços
1 xícara de morango

REFEIÇÃO 6: Jantar

250g de salmão na chapa
1 xícara de arroz integral
2 xícaras de brócolis
2 xícaras de salada verde
2 col. de azeite de oliva e vinagre

REFEIÇÃO 7: Antes de treinar

10g de proteína do soro do leite
10g de proteína de soja
1 laranja grande


Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

domingo, 9 de novembro de 2008

Anabolizantes


Bom pessoal, hoje vou falar mais uma vez de anabolizantes. (Sou o de amarelo na foto)

Não irei relatar sobre os danos que os mesmos causam à saude, mas sim um fato que ocorreu comigo. (Não é um fato inédito pra mim, já ocorreu isso outras vezes).

Gasto mensalmente cerca de R$ 150,00 em suplementos. Tenho aqui em minha casa um bom estoque de Whey Protein, Creatina, Natubolic, Aminoácidos e L-Carnitina.

Fora os gastos com um estoque interminável de carne de frango, ovos, leite, frutas, enfim, diversos alimentos pra tentar manter uma alimentação saudável.

Sou um humilde Personal, passo 5 dias da semana tentando treinar que não tem interesse, treino também algumas pessoas que levam o nosso esporte a sério.
Tento conciliar os meus treinos com Faculdade, descanso, lazer, namorada, alimentação, família e etc.

Agora vocês devem se perguntar: Que diabos isso tem a ver com anabolizantes?

O fato é que dentro da própria academia onde eu treino e sou Personal, correm boatos escrotos e sem nexo algum que eu sou um "usuário de anabolizantes", (tomo bomba como falam ultimamente).

Estranho é que todos conhecem o meu estilo de treino, Hardcore. Mesmo assim insistem em falar asneiras. Falo abertamente a todos sobre os benefícios da suplementação, descanso e treinos corretos, e falo abertamente também sobre todos os pontos negativos dos anabolizantes. Tento me informar sobre tudo a respeito, acreditem, tenho praticamente mentalizado todas as linhas das bulas do Hemogenim, Deca Durabolin, Durateston, Proviron, ADE, Genadrag, Winstrol e muitas outras, mentalizo em especial os efeitos colaterais.

Agora vocês devem se perguntar, o que o blogger quer dizer com isso?

Simples. Acredito que a grande maioria que treina sério e obtém bons resultados, já passou por isso que passei hoje, FOI INSULTADO, taxado de bombado sem sequer fazer uso de anabolizantes.

Quero dizer que não desanimem com isso, a inveja deve ser encarada como uma forma de superioridade. Reparem bem os tipos que nos taxam assim: Pobres frangos anêmicos, meros seres dignos de pena e tratamento indiferente.

Sigam em frente, repito mais uma vez. Treinem sério, leiam e aprendam sobre tudo. Ignorem essa palavra anabolizantes. Isso não faz sentido algum pra nós, não precisamos disso, somos um grupo seleto, somos HARDCORE!!!

Enquanto estivermos na boca de seres assim, quer dizer que somos destaque, quer dizer que querem ser como nós e não conseguem.

A quase 7 anos quando iniciei meus treinos, eu teria fica puto com um comentário assim, hoje, eu simplesmente dei risadas.

Forte abraço a todos e ótimos treinos.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Vídeos de Treinamentos - Ronnie Coleman

Saudações!!!

Recentemente criei uma enquete sobre o que está faltando em nosso blog, até o momento a resposta que obteve mais votos foi a de vídeos sobre treinamentos de fisiculturistas.

Então vou postar aqui alguns links do Youtube sobre os treinamentos, rotina e etc dos fisiculturistas.

Vou criar um post de cada, e assim que descobrir novos vídeos, vou atuliazar os posts pra não ter que postar sempre que achar algum novo. Então fiquem atentos.

Espero que gostem e que sirva de motivação a todos nós.

Ronnie Coleman Training video: http://www.youtube.com/watch?v=0HmvkqJFnf0

Ronnie Coleman Training video 02: http://www.youtube.com/watch?v=c2Bo30OADJ8

Ronnie Coleman Training: http://www.youtube.com/watch?v=ncjU7xpmSyc

Ronnie Coleman Training video 03: http://www.youtube.com/watch?v=v1e6uuC3TsI

Ronnie Coleman Training 02: http://www.youtube.com/watch?v=LZpcsPrJ-yU

Ronnie Coleman Training Mr. Olympia 800 lbs 363kg The BEST: http://www.youtube.com/watch?v=hMHivnuaAIM

Ronnie Coleman Training Biceps: http://www.youtube.com/watch?v=KGU9OLW7k7Y

Body Building - Ronnie Coleman Training: http://www.youtube.com/watch?v=4JQQsQRVhh4

Body Building - Biceps Training Ronnie Coleman: http://www.youtube.com/watch?v=MBPQCklALOU

Xtreme Training Ronnie Coleman 2300 lbs: http://www.youtube.com/watch?v=E3Dd1PVvI3E

Ronnie Coleman trains hams: http://www.youtube.com/watch?v=vSo2hbLrLJI

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Água - Um nutriente mais do que vital

Um dos elementos de vital importância ao funcionamento do organismo, onde desempenha diversos papéis dentro do metabolismo, tais como o transporte e dissolução das substâncias alimentares, regulagem do equilíbrio térmico orgânico, além de ser utilizada nas trocas osmóticas que ocorrem entre as diferentes células do organismo. O conteúdo hídrico orgânico esta situado em torno de 60% do peso corporal, sendo a água constituinte de aproximadamente 83% do volume sangüíneo, 75% da massa muscular, 22% da massa óssea e 10% do tecido adiposo. O conteúdo de água no organismo é decorrente do balanço hídrico corporal, que reflete o estado de hidratação do organismo, onde uma diminuição de 20% deste conteúdo pode acarretar a morte. Sendo esta variável obtida mediante a diferença entre a quantidade de água ingerida e excretada. Dentro da dieta as principais fontes de obtenção de água são os líquidos, que representam aproximadamente 70% das quantidades ingeridas e, os alimentos que contribuem com os 30% restantes. Existe ainda a obtenção de pequenas quantidades de água pelo organismo decorrente das reações metabólicas para obtenção de energia, principalmente através da quebra do glicogênio, que é armazenado em combinação com moléculas de água dentro do organismo. As perdas de água pelo organismo ocorrem mediante a transpiração, a respiração e através das excreções de urina e fezes. Um ser humano adulto necessita de cerca de 3 litros de água em estado basal, sendo que esta necessidade aumentara de acordo com diversos fatores como a atividade física, temperatura, umidade do ambiente, idade, sexo e massa corporal do indivíduo. (Gastelu&Hatfield,1997)

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos

Atletas precisam comer carne

Estudo com duração de 12 semanas, examinando o papel desempenhado pelo consumo de carne comparado a treinamento com pesos, os pesquisadores da Universidade Estadual Penn, constataram que uma dieta contendo carne foi superior a uma dieta com leite/ovos/vegetais em termos de ganho de massa muscular esquelética. Participaram 19 homens acima do peso, com idades entre 53 e 69 anos, com cerca de 30% de gordura. Nove deles consumiram uma dieta que derivava de proteínas de 15 a 17% do valor calórico da dieta, sendo que 50% eram provenientes de carnes (aves, bovinos, peixe) cerca de 15% proveniente de ovos e laticínios e cerca de 35% de fontes vegetais. Os outros 10 consumiram uma dieta de leite/ovos/vegetais com 12 a 15% do valor calórico total da dieta vinda das proteínas, 40 % vindas de ovos e laticínios e o restante de fontes vegetais. Embora as fontes de proteína fossem diferentes, o total de proteínas ingerido por cada grupo não apresentou diferenças significativas. Os sujeitos de ambos os grupos melhoraram sua resistência em até 38% sem diferenças entre "carnívoros" e "vegetarianos", mas os pesquisadores encontraram uma diferença positiva na composição corporal. O grupo leite/ovos não apresentou alteração n massa graxa além de apresentar uma leve queda (cerca de 1,2%) na massa corporal magra, enquanto que os comedores de carne tiveram uma queda de 4,6% na massa graxa juntamente com um acréscimo de 2,7% na massa corporal magra.

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos

Massa NO Xplode - Série sobre suplementos


Massa NO Xplode - Probiótica
Massa NO Xplode® contém matérias-primas da mais alta qualidade e componentes que atuam como substrato para a produção do óxido nítrico, sendo adicionado de 2 fórmulas potencializadoras, Prebiotic®: composta por frutooligossacarídeos (FOS) e inulina, fibras que reconstituem a flora intestinal melhorando a absorção de nutrientes, e Absormax® composta por papaína e fibra de abacaxi c/bromelina, importantes no processo de digestão das proteínas, contém ainda proteína hidrolisada do trigo que, como toda proteína hidrolisada do trigo, fornece naturalmente glutamina peptídeo. A porção diária com leite fornece em média 1700 calorias.
Ingredientes
Maltodextrina, Glucose desidratada, Clara de Ovo desidratada, proteína concentrada do soro do leite (whey protein), soro de leite, cacau em pó, , PrebioticÒ (frutooligossacarídeos (FOS) e inulina), extrato de malte seco, AbsormaxÒ (fibra de abacaxi (bromelina) e papaína), cálcio arginina quelato, óxido de magnésio, proteína isolada do soro do leite, proteína hidrolisada do trigo, magnésio arginina quelato, vitaminas (niacina, ácido pantotênico, riboflavina, B6, tiamina, ácido fólico) e Aromatizante. CONTÉM GLÚTEN
-Sabor banana: Aromatizante e corantes artificiais: tartrazina e amarelo crepúsculo.
-Sabor pessego: Aromatizante e corantes artificiais: tartrazina e amarelo crepúsculo.
-Sabor morango: Aromatizantes e corante natural cochonilha.
-Sabor chocolate: Aromatizante.
-Sabor Baunilha: Aromatizante
Indicação / Objetivo
Indicado para atletas que, devido ao alto gasto energético em função dos treinos e competições, necessitam de nutrientes e calorias extras.
Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

Monster Nitro Pack NO2 - Série sobre suplementos

Monster Nitro Pack NO2 - Probiótica
Monster Nitro Pack NO2® é composto por uma combinação ideal de nutrientes proveniente de proteínas de alto valor biológico como a Whey Protein (Proteína do soro do leite) concentrada e hidrolisada, glutamina peptídeo (proteína hidrolisada do trigo), BCAA´s, guaraná, vitaminas, antioxidantes e minerais quelatos com arginina.
Ingredientes
Cápsula Azul e Branca - L-Leucina, L-Isoleucina, L-Valina e Vitamina B6,cápsula de gelatina ( gelificante gelatina,corante inorgânico,dióxido de titânio e corantes artificiais: azul brilhante FCF e eritrozina).
Tablete Oblongo Grande - Proteína do soro do leite (Whey Protein Concentrada e hidrolisada), amido, proteína hidrolisada do trigo, glucose desidratada e óxido de magnésio.
Cápsula Azul e Preta - Cálcio arginato quelato, cápsula de gelatina (gelificante gelatina:corante inorgânico dióxido de titânio e corantes artificiais: azul brilhante FCF, amarelo crepúsculo, ponceau 4R e vermelho azorubina), mix de vitaminas (niacina, vitamina B2, e ácido fólico), magnésio arginina quelato, óxido de magnésio, zinco alpha-cetoglutarato e antiumectante dióxido de silício.
Tablete Oblongo - Proteína do soro do leite (Whey Protein), Proteína hidrolisada do trigo (Glutamina Peptídeo) e óxido de magnésio.
Tablete Vinho - Ácido Ascórbico, corante natural de antocianina, antiumectante dióxido de silício e glaceante goma laca.
Tablete Pequeno Redondo - Vitamina E (acetato de tocoferol), Amido, Clara de ovo e Óxido
Cápsula Verde e Vermelha - Guaraná em Cápsula
Cápsula Branca Pequena - Concentrado de Cálcio do Leite, Carbonato de Cálcio e Cápsula de gelatina.
Indicação / Objetivo
Indicado para atletas em treinos moderados e intensos, que desejam uma musculatura mais definida e aparente.
Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos

Amino Fluid 37000 NO2 - Série sobre suplementos

Amino Fluid 37000 NO2 - Probiótica

Amino Fluid 37000 NO2® é elaborado a partir de um revolucionário processo de hidrólise enzimática de proteínas que fornecem naturalmente arginina, aminoácido utilizado como substrato na formação de Óxido Nítrico (NO), além da adição da fórmula Nitropro® composta por concentrados de uva e açaí, Magnésio-Arginina-Quelato e vitaminas que atuam como co-fatores para formação e proteção do Óxido Nítrico (NO) no organismo.

Ingredientes:

Propeptid® [Fórmula composta por Proteína do Soro do Leite (Whey Protein) e Colágeno Hidrolisado], Água, Xarope de Frutose, Nitropro® (Concentrado de uva, concentrado de açaí, Magnésio-Arginina-Quelato), Proteína Isolado do Soro do Leite Microfiltrada (Whey Protein Isolate Microfiltrate - CFM), Proteína hidrolisada do trigo, Óxido de Magnésio, Niacina, Pantotenato de Cálcio, Vitaminas B6, B1 e Ácido Fólico, acidulante Ácido cítrico, conservantes Sorbato de potássio e Benzoato de sódio. CONTÉM GLÚTEM.

*Sabor morango: Aroma natural de morango e corante artificial vermelho 40.
*Sabor ameixa: Aroma natural de ameixa e corantes artificiais.
*Sabor cereja: aroma artificial de cereja e corante artificial vermelho 40.
*Sabor uva: Aroma natural de uva e corantes artificiais.

Indicação / Objetivo

Quatro colheres (60ml) de Amino Fluid fornecem 37000 mg de aminoácidos de alta qualidade, que são prontamente absorvidos, proporcionando ao atleta um balanço nitrogenado positivo, necessário para que haja hipertrofia muscular, e também um aumento na oferta de energia.

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

100% Pure Whey Protein - Série sobre suplementos


100% Pure Whey Protein - Probiótica

PURE WHEY PROTEIN é um alimento protéico composto basicamente por Whey Protein Concentrate, a Proteína do Soro do Leite, matéria-prima elaborada com a mais alta tecnologia e elevada concentração de aminoácidos, principalmente BCAAs. Adicionado de 2 fórmulas potencializadoras, Prebiotic®: composta por frutooligossacarídeos (FOS) e inulina, fibras que reconstituem a flora intestinal melhorando a absorção de nutrientes, e Absormax® composta por papaína e fibra de abacaxi c/bromelina, importantes no processo de digestão das proteínas, 100% PURE WHEY PROTEIN é de preparo instantâneo, o que permite maior praticidade em seu uso.
Ingredientes
Proteína Concentrada do Soro do Leite (Whey Protein) Prebiotic®: (frutooligossacarídeos(FOS) e inulina, AbsormaxÒ (fibra de abacaxi (bromelina) e papaína). Não contém Glúten.
*Sabor Natural.
*Sabor Morango: Aromatizante natural, corante natural de cochonilha, morango em flocos e edulcorante acessulfame K.
*Sabor Baunilha:Aroma artificial de baunilha
*Sabor Chocolate: Cacau e Aromatizante
*Sabor banana: banana em flocos, aromatizante e corante artificial amarelo tartrazina.
*Sabor côco: aroma artificial de côco
Indicação / Objetivo:
PURE WHEY PROTEIN é indicado para suplementar a dieta de atletas com proteínas de alto valor biológico, importantes para auxiliar o desenvolvimento muscular. Ideal para ser utilizado após o treino.
Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

Arnold Double Pack System - Série sobre suplementos

Arnold Double Pack System (50 packs) - Arnold Nutrition
Origem: Importado
Categoria: Aminoácido
Preço: variável (geralmente reduzido para compras via internet)
Benefícios - Arnold Double Pack System (50 packs):
Energy System, que auxilia no aumento dos níveis de energia do corpo
TST booster Fórmula natural estimuladora do "growth factor”, que colabora para o aumento da massa muscular
Com Creabeef Max
Com BCAA
Human Muscle Builder - Anti-Catabolic Power
Estimula a produção de óxido nítrico (NO2)
Exclusivo Joint Support
Com Carthamus Oil, otimiza a definição muscular Multivitamínico completo com blend de bioflavonóides
Informações - Arnold Double Pack System (50 packs):
Maximize sua força, resistência e ganho muscular! Double Pack System é um dos mais modernos e potentes suplementos em packs do mercado. Double Pack System contém componentes precursores de Óxido Nítrico (NO) altamente selecionados que ajudam a distribuir os poderosos ingredientes desta fórmula de acordo com as necessidades do corpo. Basicamente, os precursores de Óxido Nítrico (NO) induzem um efeito de volumização vaso-muscular, transportando uma quantidade muito maior de nutrientes e também facilitando a retenção dos mesmos. Devido a esta capacidade de abastecer os músculos de forma rápida, a suplementação com precursores de NO resulta em maior resistência durante o trabalho muscular, aumento da força, recuperação mais rápida e crescimento muscular acelerado. Double Pack System tem um sistema inteligente de consumo. Com o sistema inteligente do Double Pack System, você toma o pack na hora certa! Um pack “pré-workout fórmula” meia hora antes do treino e um pack "night formula" antes de dormir.
Arnold Double Pack System:
É um potente anti-catabólico, um ótimo suplemento para quem procura promover aumento de massa magra. Colabora para diminuir os danos musculares e auxilia no aumento de força muscular.
Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

Monster Animal Pak - Série sobre suplementos

Monster Animal Pak - 44 Packs - Universal Nutrition

Benefícios:

Ganho de massa muscular.
Aumento na força e na performance.
Energia de impulso/explosão.
Aumento do metabolismo.
Rápida recuperação.
Síntese de Proteínas
Definição muscular
Contém vitaminas e minerais

Informações sobre o produto:

Pura força, pura intensidade animal. Para aumentar os ganhos de massa muscular, força e performance, nada chega perto de ANIMAL PAK da Universal. A maior novidade em termos de pak. Não existe nada melhor para recarregar treinamentos intensos. Carregando os mais avançados e qualificados nutrientes para o fisioculturismo, ANIMAL PAK está anos luz à frente de qualquer fórmula.
Apenas ANIMAL PAK fortalece você com uma perfeita combinação de complexos protéicos, mega vitaminas, aminoácidos e fatores de treinamento essenciais (como inosina, pak, protogen A e dibencozide). Cada pacote contém ainda uma combinação poderosa de complexos minerais do mega ciclo, elevadores de performance, lipotrópicos, enzimas digestivas e energizadores de pre treinamento de alta potência.
Todos combinados em um perfeito sincronismo, fórmula testada contendo 11 tabletes que são facilmente absorvidos pelo organismo para uma perfeita bio disposição ( metabolismo) e melhora de performance. Isso significa sólidos ganhos em seus treinamentos. Treine mais pesado, mais intensamente, mais forte. Abasteça-se com ANIMAL PAK da Universal e mostre o animal que existe em você.

L-Carnitine Way 1500 - Série sobre suplementos


Origem: Nacional
Categoria: Perda de peso
Preço: variável (geralmente reduzido para compras via internet)
Benefícios:
>> Aumenta a queima de gordura.
>> Aumenta a energia para atividade muscular.
>> Promove a saúde do coração.
>> Tem um efeito protetor muito grande sobre toda a musculatura do corpo.
>> Diminui a incidência de dores musculares.
>> Ajuda a aumentar a resistência.
>> Ajuda a aliviar a fadiga física e mental.
>> Ajuda a promover o desenvolvimento de massa muscular.
>> Ajuda a recuperaração de lesões.
>> Ajuda a reduzir os problemas de fígado.
>> Pode ajudar a retardar o envelhecimento das células cerebrais.
>> Promove a concentração, a memória e as capacidades de aprendizagem.
>> Promove um melhor funcionamento do fígado ao aumentar a síntese protéica
Informações sobre o produto:
Os benefícios para saúde com o consumo de L-Carnitina são numerosos. Para começar, a L-Carnitina aumenta o metabolismo de gordura. Isto por conseguinte ajuda a evitar a obesidade. Carnitina, na forma de L-Carnitina, é um amino-ácido que é essencial para a transformação de ácidos graxos em energia para atividade muscular. Outro benefício da L-Carnitina é que ela auxilia a função cardíaca promovendo a saúde do coração. Tem um efeito protetor muito grande sobre o coração e sobre toda a musculatura do corpo. Ela também diminui a incidência de dores musculares e por isso é muito importante para quem está começando a praticar alguma atividade física. A Carnitina é popular entre os atletas e fisiculturistas pois aumenta o vigor e já demonstrou ajudar no desenvolvimento de massa muscular. De um modo geral, a abundante energia que a L-Carnitina ajuda a criar é benéfica a vários níveis. Como atua diretamente nos tecidos musculares, este nutriente é utilizado por esportistas porque ajuda a aumentar a resistência, a aliviar a fadiga física e mental, a promover o desenvolvimento da massa muscular, bem como ainda a recuperar de lesões. A L-Carnitina não é tóxica, não causa dependência nem constitui dopping. A L-Carnitina atua ainda a nível dos triglicerídios, aumentando os níveis de HDL (colesterol bom). No que diz respeito à saúde do cérebro, a L-Carnitina pode ajudar a retardar o envelhecimento das células cerebrais. É útil também para promover a concentração, a memória e as capacidades de aprendizagem. A L-Carnitina é ainda útil a nível hepático, promovendo um melhor funcionamento do fígado ao aumentar a síntese protéica. Ajuda também a reduzir os problemas de fígado. A L-Carnitina é um suplemento que pode ser tomado seguramente, beneficiando as situações específicas referidas e sendo ainda útil em casos de falta de energia e de stress. Ela ajuda pessoas saudáveis a manterem-se em forma.
Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos

Decanat Sterol - Série sobre suplementos.

Decanat Sterol 500g - Midway

Origem: Nacional

Categoria: Energético

Preço: variável (geralmente reduzido para compras via internet)

Benefícios:

Promove o ganho de massa muscular

Aumenta a força

Informações sobre o produto:

O conhecido "Animal Pak", em pó. É o produto natural mais potente para conseguir hipertrofia muscular.Decanat Sterol é um alimento compensador para atletas e praticantes de atividades físicas, foi elaborado para o consumo de atletas de musculação que treinam de forma intensa e pesada contendo em seus ingredientes, elementos dosados para resultados rápidos e seguros.

Em sua fórmula, além de várias proteínas de alto valor biológico, há potentes nutrientes como L-Glutamina, Creatina, Smilax Officialis, Mairapuama, Catuaba, Ginseng e outros.

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.


Natubolic - Série sobre suplementação



Natubolic 150 packs - Integral Médica


Benefícios:

Estimula a liberação do hormônio do crescimento (ganho de massa muscular, energia e queima de gordura). Reforça o sistema imunológico. Ajuda na recuperação muscular. Ajuda a metabolização das gorduras e melhora o tônus muscular.Melhora a resistência à fadiga muscular. Contém otimizadores metabólicos importantes na melhora dos efeitos de aminoácidos e minerais quelados.


Informações sobre o produto:

Natubolic tem em sua fórmula os aminoácidos Arginina e Ornitina que tem a função de liberação do hormônio de crescimento, o que ocorre durante o sono. A ornitina estimula ainda a secreção de insulina auxiliando-a no papel de hormônio anabólico, ou seja, formador de músculos, além de aumentar a concentração de arginina, num processo constante. A Arginina favorece a performance nos exercícios físicos, pois reforça o sistema imunológico. A Arginina é um aminoácido essencial para o crescimento, funções imunológicas, para recuperação de danos e para o metabolismo de proteínas. É também um precursor para o óxido nítrico, uma substância que ajuda a regular funções cardiovasculares, nervosas e imunológicas, além de ser essencial para o crescimento muscular. A necessidade de Arginina é especialmente marcante nos homens, tendo em vista os fluidos seminais chegam á conter até 80 % deste nutriente protéico. Auxilia na imunização e cura de feridas, ajuda a metabolização das gorduras e melhora o tônus muscular. A Ornitina tem sua ação potencializada com a união a arginina. Esses aminoácidos melhoram a resistência à fadiga muscular pela retirada da amônia (substância tóxica) do sangue, e são antioxidantes. Enriquecida com vitaminas - otimizadores metabólicos importantes na melhora dos efeitos desses aminoácidos e minerais quelados que são eficazes, pois são totalmente e rapidamente absorvidos pelo organismo, não competindo entre si. O complexo de vitaminas é importante na regulação do funcionamento do organismo potencializando o ganho de massa muscular.


Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.


Alimentação para ganho de massa

Introdução

Treinamento adequado, genética favorável e boa alimentação são reconhecidos como os aspectos fundamentais para um bom desenvolvimento muscular. Treinamento correto atuando em boa base genética pode produzir bons resultados mesmo com alimentação inadequada, mas certamente esses resultados não serão os melhores possíveis. Para que todo o potencial de massa muscular de uma pessoa seja alcançado, tudo sugere que a alimentação tenha um papel muito importante. No entanto, as clássicas afirmações de que a contribuição da nutrição para o sucesso em musculação representa 60%, 70%, 80% ou qualquer outro valor com relação ao treinamento e à genética são totalmente especulativas, cada um "chutando" um número que lhe pareça correto. Não se sabe o quanto do sucesso deve ser atribuído à alimentação mas certamente a sua importância é maior nas fases de definição do que nas fases de aumento de massa muscular.

O objetivo deste texto é apresentar as condutas básicas em alimentação para o objetivo de ganho de massa muscular, consagradas pela prática, e comentar a sua fundamentação científica. Assim sendo, serão considerados apenas os aspectos fundamentados em evidências, sem especulações teóricas. A maioria das pessoas conseguirá bons resultados com condutas simples e consagradas. Dificuldades pessoas deverão ser analisadas por um profissional especializado em nutrição.

Conceito básico

O primeiro conceito básico é que a alimentação saudável deve ser variada, com a presença de vários tipos de alimentos. Desta maneira, os nutrientes encontrados em pequenas quantidades em um alimento podem ser obtidos em outros, assim garantindo um suprimento adequado de todos os elementos nutricionais. Os chamados macronutrientes são as proteínas, as gorduras, os carboidratos, as fibras e a água. Micronutrientes são as vitaminas e os sais minerais. Uma alimentação variada contendo cereais e seus derivados, legumes, frutas, verduras, carnes, ovos, leite e/ou derivados, certamente fornecerá todos os nutrientes necessários para a boa saúde. Todavia, para potencializar o aumento da massa muscular, as quantidades desses alimentos e os horários em que são oferecidos podem ser importantes, como veremos adiante.

Função dos nutrientes Com relação à função dos nutrientes, alguns aspectos devem ser conhecidos pela sua importância no aumento da massa muscular. As proteínas ingeridas são quebradas em seus aminoácidos constituintes no processo digestivo, e esses aminoácidos serão utilizados na síntese das proteínas das miofibrilas dos músculos, que é o processo básico de aumento da massa muscular (hipertrofia). Cerca de 20 % do peso do músculo é dado pelas suas proteínas. As principais fontes protéicas são carnes, ovos, leite, queijo e as misturas de leguminosas com cereais, como é o caso do arroz com feijão. As carnes vermelhas são mais nutritivas do que as carnes brancas, com relação a micronutrientes. Os suplementos com proteínas em pó concentradas ou aminoácidos com formulação completa devem ser considerados fontes de proteínas, e podem ser utilizados nas refeições em que os alimentos protéicos não estejam presentes em quantidades adequadas.

Proteínas

A necessidade diária de proteínas para o aumento ideal de massa muscular é em torno de duas gramas por quilo de peso corporal por dia, o que não significa que com menos proteínas não possa ocorrer hipertrofia.

Carboidratos


Os carboidratos podem compor o peso do músculo em até 4,5 %, mas têm a capacidade de manter água dentro da fibra muscular e mais de 70 % do peso dos músculos é dado por água. Quando os carboidratos são muito reduzidos os músculos perdem hidratação e, consequentemente, volume. A ingestão de carboidratos estimula a produção de insulina que é um hormônio que aumenta a síntese protéica. As principais fontes de carboidratos são os cereais, as massas, as raízes e as frutas. 0 açúcar de cana refinado é carboidrato puro, mas não tem fibras e micronutrientes. As necessidades diárias de carboidrato são de duas a três vezes maiores do que as das proteínas, o que garante que a maior parte da proteína ingerida seja utilizada para o aumento da massa muscular.

Gorduras

As gorduras participam da constituição de todas as células e da produção de vários hormônios importantes, entre eles a testosterona, hormônio sexual masculino que facilita a síntese protéica. A redução acentuada da ingestão de gorduras diminui a produção de testosterona. As gorduras encontradas nos alimentos podem suprir as necessidades diárias, mas não se deve ingerir muitas gemas de ovos, carnes gordas, bacon, manteiga e frituras, que favorecem a aterosclerose. Algumas gorduras como 0 azeite de oliva e o óleo de alguns peixes parecem ter efeito protetor com relação à aterosclerose.

Fibras

As fibras alimentares são importantes para estimular o bom funcionamento do tubo digestivo, facilitar a absorção de nutrientes e evitar a assimilação de substâncias nocivas e excesso de gorduras. As principais fontes de fibras são as frutas, as verduras e os cereais integrais. As vitaminas e sais minerais garantem a manutenção da vida pela sua participação em diversos processos metabólicos. A carência de alguns desses micronutrientes pode prejudicar o aumento de massa muscular. Geralmente uma alimentação variada garante quantidades adequadas de vitaminas e sais minerais. Energia/Calorias: Uma função importante dos alimentos é fornecer energia para todas as necessidades do organismo. Essa energia é medida em calorias. A síntese proteica ocorre de maneira ideal quando existe uma oferta de calorias acima da necessidade diária das pessoas, mas esse excesso caloiro leva ao aumento da gordura corporal. O objetivo de aumento de massa muscular não deve justificar grande aumento de tecido adiposo. A obesidade prejudica o desempenho na maioria das modalidades esportivas e coloca em risco a saúde. No caso da musculação, o excesso de gordura impede a visualização do relevo muscular. A quantidade total de alimentos é que vai definir o que ocorrerá com o tecido adiposo. Proteínas, gorduras e carboidratos são os nutrientes que fornecem calorias, sendo que as gorduras fornecem praticamente o dobro de energia em relação aos outros dois.

Condutas práticas

Quantidades:
Para utilizar os diversos tipos de alimentos nas proporções corretas, uma conduta prática que dispensa tabelas e contas, é fazer com que as refeições tenham sempre no mínimo o dobro (em peso ou volume) de alimentos-fonte de carboidratos em relação aos alimentos protéicos, evitando-se excesso de gorduras. Suplementos com proteínas e carboidratos nessas proporções são excelentes para lanches entre refeições. Esses produtos são chamados de hipercalóricos por tática comercial, pois podem ser utilizados em grandes quantidades sem levar a distúrbios nutricionais, dessa maneira fazendo com que a alimentação seja hipercalórica.
Por outro lado, para acertar as quantidades dos alimentos que serão consumidos durante uma fase de ganho de massa muscular, também sem utilizar tabelas e contas, basta atentar para o que ocorre com o peso corporal e ir ajustando as quantidades de alimento, mantendo-se as proporções ideais entre eles (mais carboidratos do que proteínas, com pouca gordura).

Durante o período em que o aumento da massa muscular for o principal objetivo, o peso corporal não deve aumentar mais do que um quilo por mês, a não ser em fases iniciais do treinamento em que os ganhos de massa muscular podem ser maiores, e no caso de pessoas muito magras, quando algum aumento de gordura pode ser aceitável. Todavia, para os praticantes de musculação mais avançados, aumentar o peso corporal em mais do que um quilo por mês pode estar indicando um acúmulo excessivo de gordura.

Para o objetivo de definir os músculos é necessário diminuir a gordura corporal. Para tanto, a quantidade total de alimentos deve fornecer menos calorias do que o gasto energético diário, o que leva à diminuição do tecido adiposo. Com as dietas hipocalóricas a síntese proteica fica prejudicada mas não é impedida, o que significa que é possível ganhar músculos e perder gordura ao mesmo tempo, embora os ganhos em massa muscular não sejam os melhores. Durante dietas para definição não se deve perder mais do que um quilo por semana. Quando a redução de alimentos, principalmente carboidratos, leva a uma perda rápida de peso, a maior parte dessa perda será massa muscular. Isto ocorre porque na falta de carboidratos para a manutenção da vida e para as atividades físicas, o organismo utiliza a proteína dos músculos para produzir glicose com os seus aminoácidos.

Horários:
Com relação aos horários em que os diversos alimentos devem ser consumidos, um consenso é fazer várias pequenas refeições diárias. Fontes de carboidratos e de proteínas devem estar presentes em todas elas, procurando-se adequar a escolha dos alimentos ao paladar individual e à sua disponibilidade nos diversos horários. Quando uma refeição é realizada de uma a três horas antes do treino, não existe necessidade de ingerir alimentos antes de começar os exercícios. Mas quando existir fome antes do treino deve-se ingerir apenas carboidratos, como frutas e outros.

Alguns suplementos oferecem misturas de carboidratos para essa finalidade. Durante os exercícios de musculação deve-se ingerir apenas água, embora seja possível utilizar líquidos hidratantes. Qualquer alimento deve ser evitado durante o treino. As duas horas que se seguem aos exercícios são as mais importantes para a ingestão de alimentos visando a melhor recuperação muscular e hipertrofia. Carboidratos e proteínas devem ser utilizadas nesse período, ingeridos juntos ou separados. Treinos noturnos não mudam essa situação. A idéia de não ingerir carboidratos à noite, com base em algumas suposições teóricas, não conta com evidências convincentes de que seja importante, e se for utilizada para não ingerir carboidratos após o treino será muito prejudicial para o progresso muscular.

Suplementos
Alguns suplementos atualmente disponíveis se propõem a favorecer o aumento de massa muscular. A creatina aumenta a hidratação da fibra muscular, principalmente quando consumida após o treino e junto com carboidratos. Apenas esse efeito já explica o aumento de volume muscular, mas existe a suposição de que a síntese protéica também seja favorecida. A ingestão de 3 a 4 gramas diárias, por três meses, parece ser tão eficiente quanto a saturação com 20 a 25 gramas por uma semana e posterior manutenção com quatro a cinco gramas por dois meses. As doses devem ser divididas em três ou quatro tomadas, sendo uma delas após o treino. A glutamina é outra substância que favorece a hidratação muscular e talvez a síntese protéica.

Ainda existem dúvidas quanto à maneira mais adequada para aumentar a concentração de glutamina no sangue, mas uma delas é a suplementação com aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA). Seis a oito gramas diárias de BCAA, divididas em três ou quatro tomadas, parecem ser eficientes. Os BCAA também levam ao aumento do Beta-HMB, substância que parece favorecer a síntese proteica e que também pode ser suplementado isoladamente. No entanto, embora existam evidências de efeitos positivos para o volume muscular por parte de todas essas substâncias, nenhuma delas parece funcionar quando existem deficiências de treinamento ou de alimentação, ou ainda, más condições genéticas.

Esteróides e GH
Drogas como os esteróides anabolizantes podem favorecer o aumento de massa muscular mas a sua utilização coloca em risco real e sério a saúde dos usuários, razão pela qual não podem ser recomendados. O mesmo vale para o GH (hormônio do crescimento), que no entanto parece atuar mais na mobilização de gordura e manutenção da massa muscular e menos na promoção de hipertrofia.

Volume Muscular

O tamanho dos músculos esqueléticos acima da média sempre foi a “marca registrada” das pessoas treinadas com pesos. O aumento do volume muscular é uma importante adaptação do organismo aos exercícios resistidos, e atende a muitos objetivos: melhorar a estética corporal, aprimorar o desempenho esportivo, favorecer o conforto na vida diária e no trabalho físico, e melhorar a proteção das articulações.Embora muitas atividades físicas aumentem a massa muscular, nos esportes e no trabalho, o treinamento resistido (contra resistência, geralmente oferecida por pesos) é o estímulo mais eficiente para essa finalidade, justificando que seja conhecido na área esportiva como “musculação”. Nas academias, onde as pessoas costumam ter o objetivo de melhorar a forma do corpo, o aumento da massa muscular é fundamental. Mesmo as mulheres que não desejam ficar musculosas precisam aumentar o volume dos músculos para modelar o corpo. Todas as pessoas conseguem aumentar o volume muscular com o treinamento resistido, embora alguns tenham mais dificuldades do que outros. Como acontece com todas as variáveis biológicas, a facilidade para aumento de massa muscular tem uma distribuição típica na população: poucas pessoas têm muita facilidade, poucas pessoas têm muita dificuldade, e a maioria se situa em uma faixa intermediária onde o aumento de volume muscular ocorre, mas sem atingir valores excepcionais.Evidentemente que os campeões de musculação são pessoas que reagem melhor do que a maioria, e os seus altos níveis de massa muscular são inatingíveis para a maioria das pessoas. O desconhecimento dessa realidade da natureza faz com que muitas pessoas tenham sonhos impossíveis, principalmente no caso de jovens recém iniciados na musculação.

Mecanismos Fisiológicos

A compreensão dos mecanismos fisiológicos envolvidos no aumento do volume muscular pode ajudar na adoção de condutas sensatas e evitar as que podem colocar em risco a saúde das pessoas.Para que os músculos aumentem de tamanho, o processo mais importante é a hipertrofia. O treinamento contra resistências produz uma sobrecarga nos músculos que pode ser chamada de tensional. A tensão ocorre nos músculos que se contraem contra resistências, e o seu primeiro efeito é alterar a permeabilidade da membrana celular aos íons cálcio, que assim migram para dentro da fibra muscular.

O aumento da concentração de cálcio ativa proteases miofibrilares, as enzimas que destroem as miofibrilas. Estas são os filamentos protéicos que compõem a maior parte da estrutura muscular. Portanto, durante os exercícios ocorre a destruição de miofibrilas, o que significa a perda de massa muscular. No descanso que se segue aos exercícios as miofibrilas são refeitas por síntese protéica, e esse processo tende a ser de maior magnitude do que a destruição durante o treino. Assim sendo, após o período de recuperação, tende a ocorrer um aumento de massa muscular.

Todavia, se a destruição de miofibrilas durante os exercícios for muito acentuada, a recuperação poderá ser suficiente apenas para a reposição da massa perdida, sem que possa ocorrer aumento do volume muscular.

A síntese de proteínas após os exercícios é estimulada pelos chamados hormônios anabólicos do organismo: GH (hormônio do crescimento), TESTOSTERONA (hormônio sexual masculino) e INSULINA (hormônio que atua na absorção de glicose pelas células).O GH é formado por aminoácidos, e estimulado pelos exercícios intensos, pelo sono e pela hipoglicemia. A testosterona é sintetizada a partir do colesterol, e estimulada pelo treino pesado. A insulina também é formada por aminoácidos e é estimulada pela ingestão de carboidratos.

Excesso de treinamento deprime a testosterona. Portanto, os estímulos anabólicos máximos ocorrem no treinamento com pesos quando

- a duração da sessão é em torno de uma hora,

- os pesos são difíceis,

- o descanso é otimizado,

- o sono noturno é suficiente para recuperar as energias,

- e quando a ingestão de carboidratos, proteinas e gorduras ocorrer de forma adequada, como veremos posteriormente.

A adequada ingestão de carboidratos e água também permite uma boa hidratação dos músculos, facilitando a síntese protéica e contribuindo diretamente para o volume muscular.

Com a observação dos princípios especificados acima, todas as pessoas apresentarão aumento da massa muscular. Muitas pessoas conseguem aumentar vários quilos de músculos em poucos meses. Mulheres idosas chegam a aumentar 10 % do seu volume muscular em poucos meses de treinamento. Homens jovens aumentam muito mais, mas não todos.

Limitações Genéticas

Algumas pessoas têm dificuldades genéticas, que podem ser agravadas pelo treinamento excessivo, pouco intenso ou muito irregular, pela má alimentação, por falta de descanso físico, e por excesso de tensões emocionais que estimulam o hormônio catabolizante cortisol.

A intimidade das limitações genéticas para aumento da massa muscular é desconhecida. Os mecanismos podem estar ligados à síntese protéica deficiente, receptores hormonais em menor número, níveis excessivos de substâncias inibidoras do crescimento celular, má absorção de nutrientes, e menor número de fibras na composição dos músculos esqueléticos.

Drogas Anabolizantes

A crescente utilização das drogas anabolizantes contribuiu para uma má compreensão do aumento de volume muscular induzido por exercícios. Atualmente não existem dúvidas de que essas drogas favorecem a hipertrofia muscular, e talvez outros processos ainda pouco conhecidos como a hiperplasia, que vem a ser o aumento do número de fibras musculares.

No entanto, muitos acham que o aumento de volume muscular não pode ocorrer sem o uso de drogas anabolizantes o que não é correto. Com esta concepção, quando alguém aumenta rapidamente o volume muscular, o efeito é atribuido às drogas, e quando alguém aumenta pouco, a explicação dada é a ausência das mesmas.

O alto nível de massa muscular dos campeões de musculação muitas vezes é atribuído ao uso de drogas, sem a lembrança dos fatores genéticos e da dedicação do atleta ao treinamento e à alimentação. Na realidade, as drogas não fazem campeões. Caso o fizessem, as academias estariam cheias de campeões. Muitas pessoas aumentam muito a massa muscular sem o uso de drogas, e algumas, felizmente poucas, têm tanta dificuldade que seus resultados são medíocres mesmo com a utilização dessas substâncias.

O treinamento correto, com alimentação e descanso adequados, darão excelentes resultados para a maioria das pessoas. Quando alguém não reagir bem com esses estímulos naturais, dificilmente terá resultados muito diferentes com drogas. Muitos veteranos da musculação ficam desconcertados quando alguém pergunta o que ele “tomou” para ter o físico que apresenta.

A maioria das pessoas que têm na musculação uma filosofia de vida, encaram a atividade como uma forma de auto-conhecimento, e sentem-se estimulados pelo desafio de tentar superar seus próprios limites com os recursos que a natureza lhes deu. Para muitos, o prazer está em tentar ter 50 centímetros na circunferência dos braços, não em consegui-los a qualquer preço.

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.










segunda-feira, 3 de novembro de 2008

A utilização da barra W

A barra w e a barra reta desenvolvem grandes bíceps, mas será que uma é melhor do que a outra?

Um estudo comparou a força de flexão do cotovelo usando uma barra normal reta e a W para comprovar se uma oferece mais vantagens que a outra.
A

pergunta: Ultimamente comecei a utilizar barra W para meus treinos de bíceps em pé e no banco Scott, mas não consigo utilizar mais peso do que com a barra normal. Isso é normal ou deveria conseguir utilizar mais peso com a barra W?

O teste: Um grupo de culturistas treinados determinou a carga máxima (1RM) de cada um para 10 repetições com a barra W e com a barra reta. Em seguida, a média de cada um foi comparada. Metade dos atletas não mostrou nenhuma diferença de força entre a barra W e a barra reta. A outra metade mostrou uma diferença mais significativa, conseguiram produzir muito mais força utilizando a barra reta do que ao utilizar a barra W.

Discussão: O desenho e formato de um W proporcionam um agarre mais fácil e melhor posição do punho, mas isso não implica em conseguir levantar mais carga. A barra W não oferece vantagens para aplicação de força durante flexões de cotovelo na posição em pé, talvez pelo fato de a barra reta enfatizar a porção curta do bíceps um pouco mais do que a longa, enquanto a barra W faz o oposto.

Como um músculo consegue produzir mais força quando parte da posição de pré-estiramento (relação força-comprimento da contração muscular), a porção longa do bíceps (que atravessa a articulação do ombro e está inserida na escápula) não fica na melhor posição para produzir força nas flexões em pé. Por outro lado, a porção curta do bíceps fica numa posição para produzir força nas flexões em pé. Por outro lado, a posição curta do bíceps fica numa posição mais favorável para produzir força.

Além disso, a variação da posição da articulação radio-ulnar (pronação, supinação ou posição neutra) interfere diretamente na produção de força do bíceps, porque esse músculo também participa da supinação radio-ulnar e, por isso fica com comprimentos diferentes em cada posição da mão na barra W ou mesmo na barra reta.

Pensamento final: Quando se trata de treinar bíceps, a regra segue sendo a mesma: utilize diversos exercícios para estimular o desenvolvimento muscular de todas as porções do músculos. Ainda que tenha que utilizar manos peso com a barra W, isso não significa ter que optar sempre pela barra reta. A utilização de ambas as barras produzirá o desenvolvimento máximo das duas porções do bíceps e maior hipertrofia do braço.

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

Montando seu treino de perna

Escolha dois a três exercícios que trabalhem as maiores áreas das coxas (quadríceps, isquiotibiais, glúteos), concentrando­os, no início do treinamento, em movimentos compostos que trabalhem a maior parte de fibras musculares.

Para privilegiar uma área que está menos desenvolvida em relação a outras, faça um exercício para ela no início do treinamento, quando ainda dispõe de mais energia. Poderá, inclusive, adicionar um segundo exercício para esta parte debilitada dentro do mesmo treinamento.
As variações da posição dos pés podem ser feitas de série em série, ou de um treinamento para outro.

Faça exercícios monoarticulares para os quadríceps e os isquiotibiais no final do treinamento; não poderá utilizar pesos excessivos nestes exercícios.
Para treinar buscando tamanho, faça duas a três séries de 8 a 12 repetições depois do aquecimento. Para força, faça séries pesadas de 4 a 6 repetições. Para resistência muscular, faça 15 a 20 repetições por série.

Este é um exemplo de rotina para hipertrofia que se concentra nos quadríceps. No entanto, trabalha também todas as panes das pernas (não inclui séries de aquecimento).


Exercício --------------------- Área Trabalhada -------- Séries ---- Repetições

Agachamento com barra Parte externa 4 6/8
Leg Press Vasto interno 3 8
Agachamento hack (pés baixo/parte frontal e externa) 3 10
Cadeira Extensora parte frontal 3 12
Stiff no aparelho junção glúteo e isquiotibiais 3 8
Mesa flexora isquiotibiais externos 3 10

Forte abraço a todos(as) e ótimos treinos.

domingo, 2 de novembro de 2008

2º Post do mês - Agradecimento

Venho aqui agradecer a todos(as) que estão visitando o blog, em pouco tempo já são mais de 11100 visitas. Isso me mostra que existem pessoas interessadas em treinar da forma correta, e não malhar como os pobres frangos pensam. (Cansei de ser educado com os frangos).

Da mesma forma que eu agradeci quando o blog marcou o número de 1000 visitas, volto a dizer que eu não esperava que ele tivesse essa repercussão. Vejo que por dia, no mínimo 200 pessoas passam por aqui pra ler o que eu escrevo. Alguns devem gostar, outros devem me odiar porque vivo crucificando os frangos, (a esses podem me odiar mesmo, não vou parar).

É bom saber que existe gente que não se conforma com essa palavra malhar, que sente nojo disso da mesma forma que eu. É bom saber também que o mito de que todos os que puxam ferro são burros está acabando, que a cada dia o pessoal está procurando se informar mais e mais sobre o nosso esporte sagrado de todos os dias.

As pessoas estão se preocupando mais com a alimentação, o descanço, a suplementação e a forma correta de se treinar.

Quando alguém me pergunta: "Qual é a graça de escrever um blog?", eu respondo:

É simples, quando eu não sabia nada sobre musculação, eu tive alguém que me ensinou em cada academia diferente que passei e também pude me informar lendo revistas especializadas e matérias na internet. Por que ficar com o que sei só pra mim? O conhecimento DEVE ser passado adiante.

Não usem a internet somente pra acessar Orkut e MSN, pelo amor de Deus, isso destrói os neurónios mais que maconha. A internet dos brasileiros se resumiu somente aos sites de relacionamento (Orkut e essa porra de MSN). A mentalidade de quem usa a net só pra isso não deve permitir que a pessoa saiba sequer cozinhar um ovo. RESUMINDO: BURRO(A)!!!

Nunca me cansei de dizer isso aqui, LEIAM BASTANTE, procurem coisas boas e confiáveis na internet, tem muito assunto bom e esclarecedor. Leu e não entendeu? Procure alguém que saiba e pergunte, ignorância é não saber e continuar assim.

Continuo deixando o email pra quem quiser saber de algo: landersonaxl@msn.com

Ofendam, critiquem, elogiem e perguntem. Não é trabalho algum responder (só não vou ser educado com os que me ofenderem).

Forte abraço a todos, ótimos treinos e sucesso a todos nós.
Mais uma vez agradeço por fazerem do blog o que está sendo, fiz ele pensando nos que treinam pra valer.

Como diz Nina Veiga:

Somos doentes, somos insanos por querer nossso dia de treino;
Somos doentes, somos insanos por descansarmos enquantos nossos amigos enchem a cara na balada;
Somos doentes, somos insanos por amarmos esse esporte.

Valeu!!!!!!!!!!!!!

Abdominais

PUTA QUE PARIU!!!!!!!!!!

Desculpem por ter começado o primeiro post do mês de novembro com essa magnífica frase, mas o motivo é que minha caixa de emails foi invadida com esse assunto.
Recebi até fotos dos biotipos mostrando como são e como querem ficar. PUTA QUE PARIU OUTRA VEZ!!! (Não vou citar nomes, quem me mandou sabe muito bem).

Não vou me estender aqui sobre como vocês irão conseguir um abdomem bacana, já fiz um post muito bom anteriormente sobre o assunto. Só vou dizer que pra conseguirem isso, é só cortar as gorduras em sua dieta e muito exercício aeróbico. Lógico que exercícios localizados pra esse grupamento muscular DEVEM ser feitos, mas não todos os dias como a grande maioria pensa.
Lembrem-se: O grupamento abdominal são músculos, portanto devem ser tratados como tal. Você treina bíceps e dorsais todos os dias da semana? Não porque não irão se desenvolver, certo?
COM O ABDOMEM ACONTECE O MESMO, esqueça isso de treiná-los todos os dias.

Agora uma breve crítica a quem se preocupa tanto com isso.

A maioria não busca uma simetria corporal, mas sim querer aparecer a qualquer custo, seja na baladinha pra impressionar uma vagabunda, seja pra desfilar com aqueles gominhos nas ruas sem camisa.

Seres medíocres assim são vistos em todos os lugares, e a partir de hoje, reparem nisso:

**Tem o abdome definido, porém tem no máximo 25 cm de bíceps.

**Tem o abdome definido, porém a dorsal do infeliz é patética, só se enxerga ossos e mais nada. (Vulgo lagartixa)

**Tem o abdome definido, porém as pernas são iguais a de um sabiá (pássaro conhecido por suas pernas finas e canto irritante).

**Tem o abdome definido, mas panturrilhas nem pensar, esse tipinho não sabe sequer o que é isso.

**Tem o abdome definido, mas ombros? Idem às panturrilhas!!!

**Tem o abdome definido, mas e o trapézio? Ah sim, aquela forma que tentavam me ensinar nas aulas de geometria. Como é mesmo a fórmula? Cateto oposto x Cateto adjacente? Tenho que saber isso pra desenvolver o trapézio? Acreditem tem gente que pensa isso!!!

**Tem o abdome definido, mas e o peitoral? Ahhh tá bom assim que nem uma tábua de passar roupas, não quero ficar com peitinho de mulher. (Tem muitos que pensam isso também).

São esses os tipinhos que só se preocupam com esse grupamento muscular.

Existe uma frase conhecida que diz: Abdomem definido com menos de 40cm de bíceps não é definição, é desnutrição!!!!

Perguntem aos culturistas profissionais se em OFF SEASON eles se preocupam com isso?

Agora se você só quer impressionar aquela piranha que você está afim de "pegar" na baladinha, desconsidere tudo isso que eu perdi tempo escrevendo e siga sua vidinha de ilusões.

Pra terminar e não perder o costume: PUTA QUE PARIU!!!!

Meu tradicional forte abraço aos que treinam de verdade e aos que estão interessados em treinar da forma correta, não desistam, o mundo está contaminado por essas desgraças, mas nós que treinamos sérios estamos imunes a isso.