terça-feira, 9 de setembro de 2008

Ronnie Coleman -The Cost of Redemption – Parte 2

No segundo dia de filmagens do DVD The Cost of Redemption, Ronnie cozinha seu café da manhã. O mesmo ritual de toda manhã é realizado novamente. Ronnie coloca os grits no microondas, passa um óleo spray na frigideira, coloca sua clara de ovo no fogo. Quando tudo isso fica pronto, Ronnie pega a tigela de grits, coloca duas fatias de queijo, pega o omelete de claras e mistura tudo. A comida se transforma em uma papa, um mingauzão de milho e ovos, perfeito para tomar pela manhã.

Logo após comer, ele pega uma caixa de plástico transparente, cheia de divisórias, onde ele guarda uma variedade incrível de pílulas, multivinicos, minerais, e outros suplementos. Ele deve tomar pelo menos umas 20 pilulas por dia naquela caixinha. Muita gente se pergunta que substancias são aquelas que ele tanto toma daquela Caixinha; outros dizem que são esteróides. Nada disso, na verdade são apenas vitaminas e minerais e outros suplementos como cromo, vitamina C, complexo vitamínico, ZMA, glucosamina e condroitina entre outras coisas do gênero.

Com a primeira refeição do dia no estomago, Ronnie vai trabalhar um pouco, ele se dirige ao escritório para autografar fotos e pôsteres comprados pelos fãs através de seu site. Tudo pronto, já são Meio dia e vinte em Arlington, hora de ir para academia treinar pernas!
Dez minutos depois de sair de casa, Ronnie chega à Metroflex Gym. Ele comenta que está muito calor e começa um rápido aquecimento na mesa extensora. A primeira série é feita com bem mais de meia pilha e aproximadamente 25 repetições são executadas. Série fácil, ressalta Ronnie.

Na próxima cena, a câmera focaliza Coleman e ao fundo, a academia. Podemos ver duas bandeiras penduradas no teto, uma dos Estados Unidos e outra do estado do Texas. Dá pra notar também, que a Metroflex ainda tinha suas paredes brancas, quer dizer, não podemos dizer que era um branco, branco mesmo. Em 2003 a academia ainda não havia sido pintada. Pouco tempo depois da filmagem deste vídeo, foram feitas pinturas no estilo Grafite; Pessoalmente eu preferia a aparência antiga, como podemos ver neste vídeo.

Agora as coisas começam a ficar mais sérias, o pino da maquina é colocado no final da pilha, ou seja, todos os tijolos de peso serão utilizados na próxima série. Será que Ronnie vai fazer 12 reps? Não! Como eu já disse várias vezes, esse treino de pernas especifico é uma das sequencias de treino mais hardcore já filmadas até hoje. Dificilmente alguém vá conseguir filmar e fazer um treino igual, com a mesma carga, intensidade etc. Com toda a pilha de pesos Ronnie faz incríveis 30 repetições. Na próxima série uma anilha de 20 kgs é adicionada ao peso da maquina, 20 repetições são feitas facilmente e no final um grito de Coleman; "Man!... Light Weight!"
A Metroflex Gym é uma academia diferenciada. O próximo exercício será o agachamento. Brian Dobson, dono do lugar e mentor de Coleman, trás os dois postes onde a barra é colocada. Mas não pense que são postes comuns, são postes de powerlifting profissionais, com uma espécie de suspensão hidráulica para poder suportar barras com cargas enormes sem quebrar. Ronnie está animado este dia, percebemos pelo seu jeito de andar e de falar. Ele se senta em um banquinho de madeira, já famoso devido aos vídeos, para preparar seu equipamento de agachamento naquele dia- um macaquinho de força, similar a uma camisa de força utilizada pelos powerlifters para fazer supino e as suas faixas elásticas para o joelho.

A primeira série deve ser bem leve, só para aquecer, por isso que Ronie só coloca 180 kgs na barra. Uma série bem tranqüila é realizada. O mais impressionante ainda estava por vir. A segunda série vem e 260 kgs estão na barra. Ronnie faz seu ritual, amarra as faixas nos joelhos, aperta o cinto, chega junto á barra e sussurra algumas palavras, ao fundo, um pôster de Bruce Lee, colado com fita adesiva vermelha observa o então Mr Olympia. A série começa e Ronnie faz 8 repetições sem demonstrar muito esforço.

Em seguida, Brian ajuda Ronnie vestir o macaquinho de força e coloca 340 kgs na barra, essa vai ser uma série daquelas. Já dá para perceber que a barra está meio entortada mesmo no suporte. A faixa está presa, o cinto está apertado, a série vai começar. Ronnie chega perto do suporte aos berros, soltando suas frases de auto-incentivo – "Uuuhhhhh! Yeah Babyyy!!" "Everybody wants to be a bodybuilder, but nobody wants to lift Heavy ass weight!! ( todo mundo quer ser um culturista, mas ninguém quer erguer um peso pesado pra caramba) Yeahh babyyy!" "UHHHHH!!!! Ronnie tira a barra do suporte aos berros, são 340 kgs nas costas. Ele faz 4 repetições descendo muito baixo. No final ele solta – "light weight!" e dá um sorriso para a camera.

Vídeo no Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=Hxa_kj2aBCU&eurl=http://www.diariodoculturismo.com.br/index@.php?DC=[noticias]&idnoticia=129

Brian e o parceiro de treinos de Ronnie colocam incríveis e inimagináveis 360 kgs na barra. Para um culturista, sem gordura, em dieta há semanas, uma carga dessas parece ser impossível. Não para Ronnie Coleman. A câmera fecha em seu rosto e ele confessa, "nunca fiz isso antes. Tudo tem uma primeira vez. E é por isso que vivemos." Em seguida Ronnie recomeça o ritual de amarrar faixas e cinto. Vários gritos de incentivo dados pelo próprio Coleman são ouvidos. Quantas reps ele fará? Durante a gritaria para a preparação, Brian se aproxima de Coleman e dá um tapa na nuca do Mr Olympia no melhor estilo powerlifter. Ronnie tira a barra do suporte e faz duas repetições descendo até o chão, na subida a barra balança assustadoramente. Fim do agachamento, mas não fim do treino.

A Próxima parada agora é o leg press. Ronnie começa com 500kgs na máquina e faz uma série levíssima, facílima. As séries vão continuando até que o absurdo de 1110 kgs é colocado na maquina. É tanto peso que foi necessário uma calculadora para saber quanta carga havia lá. Ronnie faz o improvável, depois de mesa extensora, agachamento commais de 360 kgs, ele faz oito repetições perfeitas e sem ajuda no legpress com mais de 1100 kgs!!! Ao final da série ele está claramente aliviado e agradece a Deus – "Thank God for Strength." (Obrigado Deus pela minha força) poucos segundos depois ele completa – "Thank God for NATURAL strength." ( Obrigado Deus pela minha força Natural.) Natural?

Vídeo no Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=uSNvEpH2L1o&eurl=http://www.diariodoculturismo.com.br/index@.php?DC=[noticias]&idnoticia=129

Ainde tem mais. Ronnie manda mais 3 séries de flexão de joelhos unilateral em pé, utilizando todo o peso da máquina mais uma anilha. Depois são realizadas algumas séries de stiff. Como em alguns exercícios, Ronnie tem um jeito meio peculiar de realizar esse movimento. Ele desce muito, ficando sobre um step, até a barra chegar perto de seus pés. E sobe até que a barra chegue na altura pouco acima dos joelhos. Ele não sobe até o topo do movimento. Ele diz que é para manter a tensão constante nos músculos. Da forma que for, não podemos discutir com os resultados, não é verdade?

Depois do treino, Ronnie se alonga um pouco e segue para a sua casa. Em casa ele se dirige para a sua academia particular e faz um pouco de cardio, em sua stair climber profissional. O termômetro marcava 35° C naquela tarde. Então Ronnie vai mais uma vez ao Black Eye Pea comer algo. Depois é hora da massagem profunda, Ronnie sempre passa por uma massagista e por um quiroprata para se manter livre de lesões. O DVD número 1 se encerra com outra refeição, desta vez eram 22:00hs e Ronnie parou em uma OutBack Stake house para comer um bifinho.

Continua na parte 3

Um comentário:

Priya Kannan disse...

Great post! I am see the programming coding and step by step execute the outputs.I am gather this coding more information. It's helpful for me my friend. Also great blog here with all of the valuable information you have.
PEGA Training in Chennai